simule agora sua economia

Tenha em mãos a sua fatura de energia e faça a sua simulação.

Digite seu Nome Completo!
Digite um CNPJ válido!
Digite o nome da sua empresa!
Digite um Telefone válido!
Digite um E-mail válido!
Selecione a Distribuidora
Selecione o Valor Médio da Fatura!

Definindo metas ESG: um guia para o sucesso sustentável

Vamos ser realistas: estamos e vivemos em um mundo cada vez mais consciente da importância da sustentabilidade e da responsabilidade corporativa. Tais conceitos ganham destaque e ajudam a definir metas concretas alinhadas aos pilares do ESG (Ambiental, Social e de Governança). Isso, sem dúvidas, é um passo fundamental para empresas que buscam, não apenas atender às expectativas do mercado, mas também desempenhar um papel significativo na construção de um futuro mais sustentável.  

Neste artigo vamos explorar boas práticas para estabelecer metas ESG que possam ser mensuráveis, relevantes e que estejam em sintonia com a visão e os valores da sua empresa. Siga os passos que separamos para que sua empresa possa atingir este patamar.  

  1. Entenda os pilares ESG e identifique prioridades

Antes de definir metas específicas, é importante compreender os três pilares do ESG: Ambiental, Social e de Governança 

Essas palavras que são repetidamente usadas, precisam ser entendidas pelos gestores e clientes. Cada uma delas abrange uma série de tópicos, desde emissões de carbono e uso de recursos naturais até diversidade e inclusão, ética nos negócios e transparência financeira 

Por isso, é importante identificar quais áreas são mais relevantes para sua empresa com base no seu setor, operações, preocupações e objetivos. 

  1. Estabeleça metas mensuráveis e alcançáveis

As metas ESG devem ser mensuráveis e alcançáveis, ou seja, elas devem ser definidas de forma que você possa medir seu progresso ao longo do tempo. E claro, atingir com excelência.  

Caso você precise de um exemplo, em vez de simplesmente dizer “reduziremos nosso impacto ambiental“, seja específico, elabore algo do tipo: “reduziremos as emissões de carbono em 20% até 2025”. 

Certifique-se de que as metas sejam realistas e compatíveis com a situação da sua empresa, considerando recursos, prazos e volume de trabalho. Para tal, use a técnica SMART para construir metas que são condizentes com a realidade profissional: mensuráveis, alcançáveis, relevantes e com prazos definidos. 

Veja alguns outros exemplos para que você possa se inspirar. Para isso, separamos em possibilidades adequadas e inadequadas para que fique mais facilitado o seu entendimento. 

Pilar ambiental: 

Exemplo adequado – meta ESG: Reduzir o consumo de energia elétrica nas nossas operações em 20% até 20XX.  

Por que é adequado? Esta meta é específica, mensurável e contribui diretamente para a redução do impacto ambiental relacionado ao consumo de energia. Está alinhada ao pilar ambiental do ESG. 

Exemplo inadequado – meta ESG: Aumentar o número de seguidores nas redes sociais em 15% até 20XX.  

Por que é inadequado? Embora o aumento de seguidores seja um objetivo válido, não está relacionado ao pilar ambiental do ESG e não aborda a questão do consumo de energia. 

Pilar social: 

Exemplo adequado – meta ESG: Implementar um programa de conscientização sobre eficiência energética para os funcionários até o final do próximo trimestre.  

Por que é adequado? Por promover a conscientização sobre a importância do consumo responsável de energia entre os funcionários, alinhando-se ao pilar social do ESG. 

Exemplo inadequado – meta ESG: Lançar uma nova linha de produtos sustentáveis no mercado até o final do ano.  

Por que é inadequado? Embora a sustentabilidade seja um valor importante, essa meta não está diretamente relacionada ao pilar social do ESG. 

Pilar de governança: 

Exemplo adequado – meta ESG: Implementar um sistema de monitoramento em tempo real do consumo de energia em todas as instalações até o final do próximo semestre.  

Por que é adequado? Ela está alinhada ao pilar de governança do ESG, enfocando na gestão eficiente e transparente dos recursos, incluindo energia. 

Exemplo inadequado – meta ESG: Aumentar a margem de lucro em 10% até 20XX.  

Por que é inadequado? Embora o lucro seja um indicador importante, essa meta não está diretamente relacionada ao pilar de governança do ESG, que trata de questões como transparência, responsabilidade e gestão eficiente dos recursos, incluindo energia. 

  1. Alinhe metas ESG com a visão e valores da empresa

É importante que as suas metas ESG estejam em harmonia com a missão, visão e os valores empresariais. Termos importantes para a longevidade e sucesso das empresas. Aliás, elas devem refletir o compromisso genuíno da empresa com a sustentabilidade e a responsabilidade. 

Alguns outros conceitos aplicados podem e vão ajudar. Se sua empresa valoriza a diversidade e a inclusão, por exemplo, as metas ESG relacionadas à igualdade de gênero e equidade no local de trabalho devem ser prioritárias e aplicadas com determinada urgência. 

Não perder tempo é fundamental para o seu sucesso neste ramo, invista em ações rápidas e que apresentem eficácia. Veja a seguir exemplos de como alinhar visão, missão e valores às suas metas ESG. Para isso vamos usar uma empresa fictícia que será chamada de Emigtech: 

Visão, missão e valores da Emigtech: 

Visão: Ser líder global em tecnologias sustentáveis que impulsionam a transformação ambiental positiva. 

Missão: Desenvolver soluções inovadoras que reduzam a pegada ecológica das indústrias e capacitem comunidades a adotar práticas mais sustentáveis. 

Valores: Compromisso com a sustentabilidade, inovação responsável, integridade em todas as ações. 

Agora, vejamos a seguir como as metas ESG podem ser alinhadas com esses elementos: 

Exemplo de alinhamento adequado: 

Valor: Compromisso com a sustentabilidade 

Meta ESG: Reduzir as emissões de carbono em nossas operações em 30% até 2026. 

Por que isso é adequado? A meta de redução de emissões está alinhada ao valor de compromisso com a sustentabilidade e demonstra uma ação concreta para atingir essa visão, sendo ainda um compromisso firmado e com prazo para acontecimento 

Exemplo de alinhamento adequado: 

Missão: Desenvolver soluções inovadoras que reduzam a pegada ecológica das indústrias e capacitem comunidades a adotar práticas mais sustentáveis ajudando as comunidades a perpetuarem tais compromissos e atitudes. 

Meta ESG: Lançar um programa educacional em escolas locais para promover a conscientização sobre reciclagem e sustentabilidade até o final do próximo ano e/ou semestre. 

Por que isso é adequado? A meta de lançar um programa educacional está relacionado à missão de capacitar comunidades com práticas mais sustentáveis, utilizando a inovação como um meio para alcançar esse objetivo. 

Exemplo de alinhamento inadequado: 

Visão: Ser líder global em tecnologias sustentáveis que impulsionam a transformação ambiental positiva. 

Meta ESG: Aumentar os lucros em 20% até 2027. 

Por que isso é inadequado? A meta de aumento de lucros não está diretamente relacionada à visão de liderança em tecnologias sustentáveis. Embora o crescimento financeiro seja importante, essa meta não demonstra compromisso com a transformação ambiental positiva. 

Exemplo de alinhamento inadequado: 

Valor: Compromisso com a sustentabilidade 

Meta ESG: Lançar um novo produto tecnológico inovador até o final do ano. 

Por que isso é inadequado? Embora a inovação seja um valor importante, essa meta não reflete diretamente o compromisso com a sustentabilidade e não contribui para a transformação ambiental positiva que a empresa busca. 

  1. Defina metas de curto e longo prazo

É importante estabelecer metas de prazos variados. Elas permitem que a empresa obtenha ganhos tangíveis em tempos diversos gerando conteúdo, mais material e outros… Elas ainda apresentam seu compromisso desde o início.  

  1. Monitore e relate o progresso

Reserve uma parte de seu tempo para o monitoramento e o relato do progresso, partes que são igualmente importantes. Implemente sistemas para rastrear o progresso em direção a cada meta.  

  1. Envolver as partes interessadas

O envolvimento das partes interessadas é essencial para definir metas ESG eficazes. Isso inclui funcionários, clientes, investidores e até mesmo comunidades locais. Acompanhe o desenvolvimento de cada área e como estas vão se relacionando entre si e nas propostas feitas pela empresa. 

Definir metas ESG concretas é uma parte vital do compromisso de uma empresa com a sustentabilidade e a responsabilidade. Ao alinhar essas metas com os pilares do ESG e com a visão da empresa, é possível demonstrar um comprometimento genuíno com a mudança positiva.  

 Os clientes optantes pelo consumo energético relacionado ao Mercado Livre de Energia estão apoiando uma prática de ESG justamente por estarem fazendo uso da Energia Limpa – prática que, com o passar dos anos, pode e vai ganhar mais espaço e atenção dos consumidores.  

Neste link você simula qual seria o desconto aplicado à sua empresa. Aproveite essa oportunidade para impulsionar a eficiência energética e reduzir ainda mais os seus custos operacionais.

Faça sua simulação
pelo Whatsapp