simule agora sua economia

Tenha em mãos a sua fatura de energia e faça a sua simulação.

Digite seu Nome Completo!
Digite um CNPJ válido!
Digite o nome da sua empresa!
Digite um Telefone válido!
Digite um E-mail válido!
Selecione a Distribuidora
Selecione o Valor Médio da Fatura!

Estratégias inteligentes de líderes podem ser mais eficientes nas crises

Liderar é mais que manejar pessoas em uma empresa, instituição ou outro meio. É, também, a capacidade de inspirá-las, influenciá-las e motivá-las em direção a um objetivo comum. Em suma, envolve a habilidade de orientar indivíduos ou grupos na busca por metas específicas, mas sempre com direção, apoio e orientação ao longo da jornada. Mas como se comportar durante as crises? Nestes momentos, o primeiro pensamento é cortar custos. No entanto, muitos líderes C-level sabem que dá para fazer diferente e transformar seus negócios.

Neste artigo, vamos explicar como essa mudança de pensamento vem ao encontro do ambiente do livre de energia, já que a sua inserção surge justamente por meio da redução de despesas.

C-level

Um estudo da Accenture revelou que 90% dos líderes C-level afirmam que quem deseja estar à altura das disrupções contínuas precisa transformar seus negócios, encarando os custos de forma diferente. Esse resultado vem do relatório Zero-Based Transformation, The Big Reset, baseado em uma pesquisa global com 2 mil executivos, atuando em 15 setores e que revelou a urgência de abandonar os esforços tradicionais para redução de custos.

Nesse estudo, os executivos analisam que os cortes de despesas precisam estar interconectados a algumas prioridades e estratégicas importantes, entre elas o crescimento, a sustentabilidade e a inovação – todas voltadas para a produção de novos recursos habilitados pela tecnologia.

O levantamento destaca ainda que 92% dos executivos entrevistados não olham apenas os aspectos financeiros, mas também as transformações que podem impactar na sustentabilidade e no propósito das empresas já que o importante é aumentar os resultados de forma responsável.

Segundo o estudo, os líderes querem adotar uma abordagem holística como um todo, e não mais concentrar em uma ou duas áreas, como faziam no passado. A maioria dos executivos entrevistados, 96%, afirmou que seus planos de otimização de gastos abrangem todas ou a maior parte das áreas de suas empresas.

Tecnologia e o seu papel durante as crises

Um dos temas abordados no estudo diz respeito ao papel crítico da tecnologia nas transformações de custos que, quando bem-sucedidas, proporciona às empresas a visibilidade e um olhar detalhado dos custos fundamentais para gerenciar e recalibrar em tempo real, bem como planejar cenários futuros.

Outro resultado diz respeito ao investimento em tecnologias como Inteligência Artificial (IA), ferramentas digitais e segurança cibernética. Quase 70% dos executivos querem otimizar suas operações e 80% deles dizem que, caso não se esforcem, encontrarão dificuldades no futuro. E é neste âmbito que o Mercado Livre de Energia encontra seu lugar por meio da adoção de estratégias prudentes e inteligentes para lidar com os cortes de despesas.

Mercado Livre de Energia no pacote de estratégias inteligentes

Durante crises, considerar a eficiência energética e a implementação de fontes de energia mais econômicas, pode gerar economias substanciais. Logo, o Mercado de Energia Livre emerge como uma solução atraente pois trata-se de uma oportunidade muito interessante para quem deseja reduzir custos operacionais.

Ao oferecer escolhas mais amplas de fornecedores e tarifas personalizadas, o modelo livre permite que as empresas negociem contratos mais vantajosos e reduzam seus custos energéticos a longo prazo.

Decisões alinhadas

No entanto, a transição para o Mercado de Energia Livre exige cuidado na avaliação de contratos, compreensão das flutuações de preços e análise dos riscos envolvidos. Além disso, é necessário ter expertise para garantir economias sustentáveis e vantajosas para a organização. Resumindo, é muito importante que os líderes C-level estejam bem-informados e contem com especialistas para garantir decisões sólidas e alinhadas com os objetivos da empresa.

Como você viu neste blogpost, a liderança durante cortes de custos em tempos de crise envolve uma série de habilidades. Entre elas, a realização de abordagens colaborativas e voltadas para a tecnologia. Reduzir custos de energia elétrica, especialmente por meio do modelo de energia livre, é uma opção viável, uma vez que isso faz parte das estratégias de transformações que vão ao encontro da sustentabilidade e da inovação.

 

Faça sua simulação
pelo Whatsapp